The Submarine Project, created by the teacher and school principal Antônia Burke, is an educational program - based on a series of dynamics developed  to encourage autonomy of thought and reflection on emotions, family, career, and society in high school students. In an ongoing collaboration with the Submarine, I created and facilitated a creative workshop for the Instituto Reação class in Rio de Janeiro. 

Un/Re-writing the Oppressive Text Exercise

 with Antônia Burke,

Submarine Project Workshop

Rio de Janeiro, 2019

Inspired by Barbara Browning’s performative exercises in the "ps: ps" seminar, the activity proposed that students - residents of Favela da Rocinha - do a critical reading to then erase and rewrite the narratives of journalistic materials. The group identified elements of racial, social, and gender segregation in the content. The debate circulated between the issues of representativity, the invisibilization of favelas by the government, and the future they want for the stories that tell the reality.

O Submarino, criado pela professora e diretora de escola Antônia Burke, é  um projeto educacional para estimular a autonomia do pensamento e a reflexão sobre emoções, família, carreira e sociedade. Elaborado a partir de uma série de dinâmicas desenvolvidas com foco em estudantes do ensino médio, o Submarino foi parceiro na elaboração e facilitação de um workshop de criação para a turma do Instituto Reação, no Rio de Janeiro.

 

Exercício de Apagamento e Reescrita

de Textos Opressivos 
com Antônia Burke,

Projeto Submarino Workshop
Rio de Janeiro, 2019 

 

Inspirado pelos exercícios performativos de Barbara Browning para a turma “ps:ps”, o programa propôs que estudantes - moradores da Favela da Rocinha - fizessem uma leitura crítica de matérias jornalísticas para, em seguida, rasurar e reescrever as narrativas. O grupo identificou elementos de segregação racial, social e de gênero no material e o debate circulou entre os assuntos da representatividade, invisibilização das favelas pelo poder público e o futuro que eles desejam para as histórias que contam a realidade.